Governador Luiz Fernando Pezão é preso no Rio de Janeiro
29/11/2018 08:23 em Destaque

A Polícia Federal prendeu, na manhã desta quinta-feira (29), o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (MDB), em uma operação ligada à Lava Jato. O governador foi preso dentro do Palácio das Laranjeiras, sede do governo estadual. 

ministro Félix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), autorizou o pedido de prisão feito pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Segundo as investigações, "o governador integra o núcleo político de uma organização criminosa que, ao longo dos últimos anos, cometeu vários crimes contra a administração Pública, com destaque para a corrupção e lavagem de dinheiro".

Pezão teria recebido mais de R$ 25 milhões entre 2007 e 2015, segundo a PGR. O governador teria um esquema de corrupção próprio e também participava da rede de corrupção do ex-governador do Rio Sérgio Cabral, que está preso. 

Segundo a Agência Brasil, 150 policiais federais estão envolvidos na operação Boca de Lobo e cumprem 39 mandados judiciais nos Estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. São nove de prisão preventiva e 30 de busca e apreensão. A operação foi feita com base na delação premiada de Carlos Miranda, operador financeiro do ex-governador Sérgio Cabral. 

De acordo com a PGR (Procuradoria Geral da República), as pessoas com prisões decretadas são: o governador Pezão; o secretário de Obras José Iran Peixoto Júnior; o secretário de Governo Affonso Henriques Monnerat Alves da Cruz; o servidor Luiz Carlos Vidal Barroso; o sobrinho de Pezão, Marcelo Santos Amorim; Cláudio Fernandes Vidal, sócio da JRO Pavimentação; Luiz Alberto Gomes Gonçalves, sócio da JRO Pavimentação; Luis Fernando Craveiro de Amorim, sócio da High Control Luis; e César Augusto Craveiro de Amorim, sócio da High Control Luis.
 
Fonte: Destak Jornal
Foto: Reprodução

 

 
COMENTÁRIOS