Bolsonaro é o novo presidente da República
28/10/2018 21:31 em Destaque

O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) foi declarado matematicamente eleito. Por volta às 19h30, com 96,27% dos votos apurados, o militar tem 55,49% dos votos válidos, contra 44,51% de Fernando Haddad (PT). A diferença entre os dois é de 11 pontos percentuais.

 

O resultado foi conhecido às 19h18. Quando com 94,44%, dos votos apurados, o militar já tinha 55,54% dos votos válidos, contra 44,46% de Fernando Haddad (PT). O resultado correspondeu ao que já vinha sendo desenhado nas pesquisas de intenção de voto nesta últiam semana de eleições. 

O resultado foi comemorado por militantes do candidato, que tomaram as ruas do país com bandeiras do Brasil e vestindo roupas nas cores verde e amarelo. Na frente da sua casa, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, milhares de apoiadores se concentraram para festejar a vitória. Na Avenida Paulista, em São Paulo, a polícia atuou para evitar confrontos.

Capitão reformado do Exército, Jair Messias Bolsonaro (PSL) disputou a Presidência da República pela primeira vez nestas eleições, após cumprir sete mandatos como deputado federal pelo Rio de Janeiro. Nascido em Campinas, no interior de São Paulo, no dia 21 de março de 1955, o político tem 63 anos e atualmente mora em um condomínio de luxo na praia da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro. Em quase 30 anos na Câmara dos Deputados, apresentou mais de 170 projetos de sua autoria, mas apenas dois viraram lei.

Bolsonaro é o terceiro presidente militar a chegar à Presidência do país pelo voto direto.O último havia sido Eurico Gaspar Dutra, em 1945.

Bolsonaro fez sua campanha basicamente por meio das redes sociais e do aplicativo de mensagens WhatsApp. Ele apostou em um discurso conservador nos costumes, de aceno liberal na economia, de linha dura no combate à corrupção e à violência urbana e opositor do PT e da esquerda. Suas críticas ao PT serviram de bandeira junto à militância, que reforçaram os discursos contra os petistas.

 

Fonte: Destak Jornal

Foto: AFP

COMENTÁRIOS