Botafogo e São Paulo empatam em 2 a 2
30/09/2018 19:11 em Esporte

Botafogo e São Paulo empataram em 2 a 2, na tarde deste domingo (30), no estádio Nilton Santos, o Engenhão, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a equipe paulista, com 52 pontos, perdeu a liderança para o rival Palmeiras, que chegou a 53, e caiu para a 3ª posição, atrás do Internacional, outro que também somou 53. Já o alvinegro, que briga na parte debaixo, chegou a 33 pontos e segue em 12º lugar.

O jogo começou quente, com um gol logo no início, aos 4 minutos do primeiro tempo, dos donos da casa. Após cobrança de escanteio, Rodrigo Lindoso ajeitou a bola para Jean, que completou para dentro das redes, abrindo o placar para o alvinegro.

Mas a resposta do São Paulo veio logo depois, aos 7 minutos, com Diego Souza. A jogada começou com uma tentativa de Nenê, que chutou de fora da área, mas a bola bateu em Igor Rabello. Na sequência, Carli tentou tirar, mas errou, e Diego Souza aproveitou para girar e finalizar bem, empatando a partida em 1 a 1. O Botafogo reclamou muito de impedimento, mas, como a bola desviou em dois defensores alvinegros, o juiz validou o gol.

Kieza foi o responsável por colocar o Botafogo de novo na frente, já aos 24 minutos. O lateral do São Paulo Anderson Martins cabeceou para o meio da área, e o atacante alvinegro conseguiu aproveitar. Dominou bem, fez tabela com Erik e finalizou: 2 a 1.

Ainda no primeiro tempo, o São Paulo teve poucas chances reais de gol. Em um lance perigoso, Nenê partiu em contra-ataque pela esquerda e cruzou, mas o goleiro Saulo conseguiu tirar. O novo empate veio somente na segunda etapa, quando o visitante melhorou na partida.

O gol saiu em um lance de bola parada. Reinaldo cobrou falta pela esquerda, e Saulo até fez a defesa, mas parcial. A bola bateu no goleiro e voltou viva para pequena área. Carneiro, bem posicionado, aproveitou a bobeira para colocar para dentro e sacramentar o 2 a 2.

O jogo foi quente até o final, com ambas as equipes tentando chegar à vitória a qualquer custo. O goleiro Saulo fez dois milagres no Nilton Santos, com duas defesas seguidas, já aos 48 minutos, em chutes de Rojas e Diego Souza. Antes disso, Brenner já havia perdido uma chance inacreditável, aos 47. Mas não teve jeito: o jogo terminou mesmo em empate.
 
Fonte: Destak Jornal
Foto: Estadão Conteúdo
COMENTÁRIOS