SAÚDE DO IDOSO: Dicas para melhorar a saúde baseadas na alimentação
07/11/2017 - 8h51 em Saúde

Com o passar dos anos o corpo humano passa por uma serie de mudanças que interferem na velocidade da digestão dos alimentos e, também, no tipo de comida que se torna mais prejudicial à saúde. Por isso, o Ministério da Saúde lançou uma nova estratégia para reduzir os problemas de saúde da pessoa idosa, e a alimentação saudável é uma das medidas que podem gerar melhor qualidade de vida para essa população. Segundo a coordenadora de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Michele Lessa, a escolha dos alimentos é parte fundamental nesse cuidado.

“Faça da base da sua alimentação, os alimentos in natura e minimamente processados, isso é, sempre prefira aqueles alimentos mais próximos de como ele veio na natureza. Então sempre comer arroz, feijão, frutas, hortaliças, leite, verduras, carne, frango etc. E evitar alimentos ultraprocessados, isto é, aqueles alimentos de caixinha. Aqueles alimentos que têm em seus ingredientes nomes que a gente não conhece, aqueles alimentos com muito aditivo, muito conservante, corante”.

É preciso compreender que com o passar da idade, o sal e o açúcar na comida geram efeitos mais negativos à saúde. No site do Ministério da Saúde é possível baixar o Guia Alimentar Para a População Brasileira, um documento que contém dicas e explicações de como se alimentar melhor, de maneira simples e econômica. O endereço é www.saude.gov.br.

Reportagem, Janary Damacena.

COMENTÁRIOS